SAPO Campus Wiki UA

Cultura digital/enquadramento/literacia digital

O conteúdo publicado na Wiki do SAPO Campus de Aveiro deve ser considerado como estando em desenvolvimento. O seu conteúdo não foi validado cientificamente pela Universidade de Aveiro.

De WikiCampus

(Diferença entre edições)
(Literacia Digital)
(Literacia Digital)
Linha 10: Linha 10:
Buckingham (2010) define literacia digital como um conjunto mínimo de competências que permitam ao utilizador operar de forma eficaz com ferramentas de software, ou na realização de tarefas de recuperação de informação. O autor refere ainda que será um conjunto de competências básicas que são necessárias para realizar determinadas operações.
Buckingham (2010) define literacia digital como um conjunto mínimo de competências que permitam ao utilizador operar de forma eficaz com ferramentas de software, ou na realização de tarefas de recuperação de informação. O autor refere ainda que será um conjunto de competências básicas que são necessárias para realizar determinadas operações.
-
Essas competências segundo Pereira et al (2009) podem ser definidas em termos conceptuais, em três grupos, sendo designadas de funcionais, sócio-comunicativas e técnico-criativas.
+
Essas competências segundo Pereira et. al (2009) podem ser definidas em termos conceptuais, em três grupos, sendo designadas de funcionais, sócio-comunicativas e técnico-criativas.
Um dos principais papéis da escola passa por integrar curricularmente as TIC, promovendo o desenvolvimento pleno da literacia digital, logo a partir do 1º Ciclo do Ensino Básico. (em construção)
Um dos principais papéis da escola passa por integrar curricularmente as TIC, promovendo o desenvolvimento pleno da literacia digital, logo a partir do 1º Ciclo do Ensino Básico. (em construção)

Edição tal como às 18h09min de 6 de março de 2011

Enquadramento


Literacia Digital

Numa sociedade em que se veicula a tecnologia como suporte de desenvolvimento, surgindo orientações para a massificação das TIC e em se encara a educação e a formação como essenciais para a competitividade e coesão social, num momento em que o conhecimento define a diferença entre os indivíduos, deve a escola ser merecedora de atenção relativamente ao acesso às TIC e à capacidade de aceder ao conhecimento. Considera-se as TICs e a literacia digital como fundamentais onde a inclusão digital nos parece essencial.

Tal como refere Pereira et. al (2009), ter acesso às tecnologias e saber usá-las adequadamente é fonte de poder e de capacidade de intervir numa sociedade cada vez mais global, num mundo em rede (Castells, 2002).

Buckingham (2010) define literacia digital como um conjunto mínimo de competências que permitam ao utilizador operar de forma eficaz com ferramentas de software, ou na realização de tarefas de recuperação de informação. O autor refere ainda que será um conjunto de competências básicas que são necessárias para realizar determinadas operações.

Essas competências segundo Pereira et. al (2009) podem ser definidas em termos conceptuais, em três grupos, sendo designadas de funcionais, sócio-comunicativas e técnico-criativas.

Um dos principais papéis da escola passa por integrar curricularmente as TIC, promovendo o desenvolvimento pleno da literacia digital, logo a partir do 1º Ciclo do Ensino Básico. (em construção)